Estudo do solo/Sondagem de solo

Sondagem de solo, também conhecida como radiografia de solo, é uma ação indispensável em qualquer tipo de obra e deve ser realizada juntamente com o estudo topográfico. É por meio dela que são determinados tipo e resistência do solo, profundidade de cada camada e presença de água no subsolo. “É o primeiro trabalho a ser feito. Não é possível executar a sondagem de modo adequado sem as referências da topografia, pois os furos para análise do subsolo têm de estar locados em pontos exatos do terreno e no nível geral em que a edificação estará”, afirma o engenheiro Artur Quaresma.

O porte da obra e o tamanho do terreno são características que influenciam a atividade. Em áreas menores, realizar apenas um furo é um erro que pode resultar em dados imprecisos. “Às vezes, amostrar somente um ponto não é significativo. O mínimo recomendado são dois furos e o ideal são três. Quando são feitos dois pontos de sondagem, ao traçar o provável perfil do subsolo, só haverá um plano de interpretação. Já quando há três perfurações, o resultado abrangerá três planos de interpretação”, explica o especialista, lembrando que, em terrenos maiores, o número de pontos varia conforme o tamanho da área. “Questão de igual importância é a distância entre os furos: não é recomendável que os pontos tenham mais do que 25 m de distância entre si”, completa.

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiencia.

Arine Imóveis

(11) 4512-6800